Quem Somos

Um ambiente equilibrado, verde e belo contribui tanto para gerar relações harmônicas entre pessoas e natureza, quanto para a percepção de que o meio ambiente é parte fundamental da vida de cada um e que, portanto, não pode ser explorado inconsequentemente.

Com essa premissa em mente, o Grupo Galvani e o Instituto Lina Galvani uniram esforços para construir o Parque Fioravante Galvani (PFG), inaugurado em 11 de setembro de 2006.

Com 20 ha de extensão, o espaço é o primeiro e único centro de conservação e educação ambiental do Cerrado baiano. Por meio de ações educativas e continuadas, colabora com o desenvolvimento socioambiental da região de Luís Eduardo Magalhães (BA).

Entrada do Parque.

Homenagem

O nome do Parque é uma homenagem ao espírito empreendedor dos migrantes que vieram a Luís Eduardo Magalhães. Assim como outros imigrantes italianos, Fioravante Galvani chegou ao Brasil no final do século XIX, lançando-se a um desafio em uma terra promissora. Depois de trabalhar nas lavouras de café do interior de São Paulo, iniciou um pequeno negócio no ramo de bebidas, que deu origem ao Grupo Galvani.